Como a internet pode colocar a vida de nossas crianças em risco?

Eu e minha esposa Selene temos um filho de 20 anos, um filho de 16 anos e uma filha de 14 anos.

Aprendemos muito com eles sobre como crianças e adolescentes vivem seu relacionamento com o celular.

youtubers-the-movie-2015-poster

Hoje, as crianças não estão no Facebook ou Twitter, mas usam o Instagram, Twitter e YouTube.

 

Antes de começar o assunto já aviso fique de Olho nos youtubers!

Hoje, todos os jovens querem internet para acompanhar pelo menos um youtuber que é um verdadeiro guru para eles.

Acabei de ter um debate com minha filha de 14 anos sobre escola, e seus argumentos foram tirados de um youtuber.

Argumentos totalmente distorcidos, fora de uma realidade de uma família normal que quer educar seus filhos.

Claro que sabemos o quanto a escola se torna até chata para eles, agora imagina com ídolo youtuber falando contra, piorou.

Outros problemas são as postagens em redes sociais, por exemplo as fotos.

Tem muitas crianças e adolescentes menores de idade, com Instagram tirando selfies, postando suas fotos no Instagram e que são localizadas pela geolocalização.

Colocando em risco sua integridade física, existem loucos, maníacos sexuais que podem ter acesso a informações privilegiadas para praticar crimes.

“As crianças não sabem que, depois de postar a foto, você perderá o controle sobre ela”.

Cuidado com as fotos!

Quero lembrar que “onde há crianças, haverá pedofilos de olho”.

Eles procuram fotos, por exemplo, de crianças na praia, “aquelas que os pais compartilham”.

Ainda outro problema mais grave ainda é o assedio.

Existem alguns sinais de que uma criança ou adolescente, com telefone celular ou engatado no computador, está sendo assediado.

A partir de certo momento, eles não querem ir à aula, eles mostram sintomas físicos – dor de cabeça, barriga – mostram que eles não querem mais entrar em um grupo de whatsapp que estavam continuamente…

São sinais para investigar.

Existe um termo usado hoje em dia muito comum entre os jovens, “nudes”.

Eles dizem “envia um nudes para mim pelo whatsapp”, que é uma foto sem roupas.

Podemos considerar que um jovem dos 13 aos 17 anos que solicita um “nudes” precisa ser educado para não prosseguir com tal prática.

Eles acabam espalhando as fotos e causando prejuízos morais irreparáveis.

Como Pai fico de olho para ver se meus filhos são vitimas ou fazem parte destas modas terríveis da internet.

O problema vem quando os abusadores adolescentes não são educados e praticamente se sentem autorizados, para cometerem os abusos digitais contra os outros.

Muitos não sabem que já existem responsabilidades criminosas graves para tais práticas.

Quando palestramos em apenas uma palestra em uma aula da escola no ensino médio, já detectamos a situação:

“a menina faz gestos, fica vermelha , sua expressão parece desafiante, a vítima procura o nosso apoio…”

education, elementary school, learning, technology and people concept - close up of school kids with tablet pc computers having fun and playing on break in classroom

Caso encontre sintomas de problemas com seus filhos e a internet é melhor proibir o acesso por um período longo, orientar e bisbilhotar sim…

 

Quero aproveitar para orar por você e por sua família, vamos juntos lutar pelos bons costumes.

Bispo Adriano Ferreira

Pin It on Pinterest